Grande e pequeno

( do livro “Sutilezas del inimitable maestro Nasrudin” - Idries Shah, pag. 60)

O Mestre Nasrudin antes de converter-se em sufi, costumava pensar igual às outras pessoas.
Foi rezar na Grande Mesquita, pedindo algo que desejava muito. Mas não conseguiu resultado, embora fosse lá todos os dias, e repetisse fervorosamente sua súplica. Assim transcorreram vários meses.
Quando contou a outro homem o que ocorria, o homem falou:
- Porque não tentas rezar na tekkia  do Sheikh Ahan? É apenas um oratório, algo semelhante a uma pequena mesquita, e se encontra junto à casa do sufi.
O Meste foi lá e repetiu sua súplica uma vez mais.
Qual não foi seu assombro quando logo no dia seguinte sua oração tinha produzido o resultado esperado.
Nasrudin voltou à Grande Mesquita. E de pé, frente a esta pronunciou as seguintes palavras:
- Que vergonha! E pensar que uma pequena mesquita, que não passa daquilo que chamam de tekkia, pôde fazer o que algo importante como tu és não pôde.