AS RUÍNAS DE
INCA RACAY
Quando em fins do
século XV o povo
chiriguano
ameaçou invadir
as fronteiras do
Tahuantisuyo,
os incas construíram
fortalezas para
defendê-lo...
  Este texto, que parece ter sido retirado de um romance épico, é parte da história desta região andina. Nos tempos do 11º inca, Huayna Capac, um povo de origem guarany, saído do que hoje é o Paraguai, se aventura pelos férteis vales dos contrafortes da cordilheira, na fronteira sul do império incaico, na região dos Charcas. Foram então construídas, ou reforçadas, várias fortalezas, que ao longo de muitas batalhas lograram expulsar os invasores, ao menos por um tempo...
  As construções dos incas nos confins do império não seguiam os padrões arquitetônicos que fizeram a fama de cidades como Cuzco e Machu-Picchu. Aqui, ao invés do uso de pedras talhadas em encaixes perfeitos, eram usadas rochas irregulares, empilhadas, embora mantendo um desenho típico. Por esta razão os séculos e os freqüentes terremotos acabaram por destruir boa parte do que foi Inca Racay. Apesar disso ainda podemos nos admirar vendo o que sobrou.
www.sertaodoperi.com.br